Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Tempos

14.03.14

Eras-me tanto. Quase tudo. Ou tudo mesmo. Não sei. Sei. Eras-me tanto. E isso chegava. Chegavas-me tu. Só tu. Um complemento vital à sobrevivência humana. À minha sobrevivência. Eras-me tanto. Talvez não o soubesses. Mas eras. E continuas a ser. Desculpa. Não me eras tanto. És-me tanto.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


origem

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D